Segunda, 27 de maio de 2024
Geral

03/05/2024 às 12h16

117

Redacao

Vila Velha / ES

Novos radares podem ser instalados em rodovias estaduais do ES
Atualmente, todos os radares instalados em rodovias estaduais estão desligados após troca de concessão
Novos radares podem ser instalados em rodovias estaduais do ES
Radares instalados nas rodovias estaduais estão desligados. Foto: Internauta

As rodovias estaduais podem ganhar novos pontos de monitoramento de velocidade. Um estudo está sendo realizado pelo Departamento de Edificações e de Rodovias do Espírito Santo (DER-ES) para definir sobre a instalação dos equipamentos de controle.



Atualmente, existem 162 pontos de monitoramento estaduais, no entanto, os radares nesses locais estão todos desligados. A medida acontece por causa da troca da empresa que vai realizar o serviço para o Governo do Estado.



 

Os motoristas que circulam nas rodovias capixabas já perceberam que muitos deles já foram retirados. Os que ainda permanecem estão cobertos com sacos pretos. O DER-ES informou também que existe um prazo de 90 dias, a partir do dia 4 de abril, para que os equipamentos sejam religados.


Polêmica nos radares


No dia 1º de fevereiro foi realizado pregão, arrematado no valor de R$ 15,8 milhões, para a instalação dos novos radares. A concessão – pelo período de inicial de 12 meses e máximo de 5 anos – visa a instalação de equipamentos de fiscalização de velocidade (função metrológica) e também de equipamentos que, além de medir a velocidade, também podem detectar o avanço de sinal vermelho e a parada sobre faixa de pedestres (funcionalidade metrológica e não-metrológica).


A concessão para monitoramento de 454 faixas de trânsito no Espírito Santo por meio de novos radares foi contestada pela Velsis, empresa responsável pelo serviço por dez anos, até março de 2024. Após perder o pregão eletrônico, a Velsis questiona a homologação dos equipamentos fornecidos pela empresa vencedora para as funcionalidades de constatar avanço de sinal vermelho e parada sobre a faixa de pedestres. Em contrapartida, o Departamento de Edificações e de Rodovias do Espírito Santo (DER-ES) pontua que os equipamentos são homologados pelo Inmetro.


O diretor-presidente do DER-ES, José Eustáquio Freitas, afirmou que o pregão eletrônico foi transparente e rigoroso. A empresa vencedora já assinou o contrato e é válido por 360 dias, podendo ser prorrogado por mais quatro anos.

FONTE: ES 360

Veja também
Facebook
© Copyright : Todos os direitos reservados ( 14421 ) Pessoas que vizitaram esse site este mês